Notícias

Tradição marca segunda noite do Festival de Quadrilhas e Danças




A tradição de brincar São João com a alegria peculiar das comunidades rurais marcou a segunda noite de disputa no Festival de Quadrilhas e Danças promovido pela Prefeitura de Parintins na Praça dos Bois. Com garra, show de coreografias e muita animação os grupos folclóricos mostraram que preservar a cultura das danças regionais é fortalecer a memória e a herança repassada por famílias tradicionais que mantém vivos os folguedos juninos. 

 

O público mais uma vez lotou as arquibancada e áreas laterais da Praça dos Bois. 

 

Na abertura da noitada o destaque foi para "Quadrilhão dos Idosos" com duzentos integrantes e a participação do prefeito Bi Garcia e da secretária Michele Valadares, que demonstraram a valorização e o respeito com que o governo municipal trata os idosos.

 

Duas chaves participaram da disputa da segunda noite nas categorias danças tradicionais das comunidades (C) e quadrilhas e danças (D). 

 

A rivalidade deu o tom da disputa entre os grupos Explosão na Roça, da comunidade do Macurany, Fogo na Roça da comunidade do Aninga, Camponeses na Roça da comunidade do Parananema e Esperança na Roça da comunidade Boa Esperança.

 

A quadrilha Explosão na Roça do Macurany foi a primeira a formar um grande arraial na arena com o tema "Explosão na Roça, combustível vivo que alimenta a chama cultural do Macurany”. 

 

Uma festa com muitas inovações coloriu a apresentação da quadrilha Fogo na Roça da comunidade do Aninga, que há 50 anos mantém a tradição de participar do Festival de Parintins. De acordo com Nemézio Damasceno, o Aninga sempre preservou as tradições das quadrilhas. Ele ressalta a importância do apoio do município na manutenção dos folguedos tradicionais e ressalta a iniciativa do prefeito Bi Garcia de investir para tornar possível a disputa dos grupos.

 

Os Camponeses na Roça do Parananema, também se destacaram na disputa com o tema "Viva a Natreza". A comunidade Boa Esperança do Zé Açu participou com a quadrilha "Esperança na Roça".

 

As quadrilhas são formadas por famílias tradicionais de Parintins e pelas comunidades e devido a sua importância para a continuidade dessa manifestação popular, a administração investe para proporcionar o melhor para a comunidade.

 

No grupo D, das danças e quadrilhas disputaram Dança Flor da Vitória Régia, Discípulos de Shaolin, Os Originais do Folclore e Magia Country.

 

Neste domingo acontece a disputa de Bois Mirins Tupy, Mineirinho e Estrelinha.

Foto: Yuri Pinheiro

Fonte: Secom-PMP