Notícias

Alvorada do Centenário Emociona e mostra a força do mais querido




Curral lotado e multidão nas ruas provaram a força do pentacampeão de Parintins
G
alera Vermelha e Branca brincando de Boi Bumbá em Parintins

A Alvorada do Centenário do Garantido provou mais uma vez que Boi de Lindolfo é o mais querido de Parintins. Foram oito horas de espetáculo protagonizado pelo 28 vezes campeão do Festival e pela sua nação insaciável. Da Cidade Garantido a Praça da Catedral já no amanhecer do dia 1º de maio, o povo encarnado demonstrou a alegria típica da Baixa de São José. No curral Lindolfo Monteverde, as toadas 2013 se consagraram ao serem cantadas pelo público que lotou pista, frisas e camarotes.

 

Nas ruas, as antológicas cantadas por Israel Paulain, Sebastão Junior e Tony Medeiros contaram a história de Lindolfo, que quando ainda menino criou o Boi Garantido e se eternizou na história da cultura brasileira. A Batucada a pé ritmou o percurso da tradição. 

 

A emoção tomou conta de muitos que viveram a experiência de terem participado da Alvorada dos cem anos do Boi do Povão. De personalidades como o prefeito de Parintins, Alexandre da Carbrás passando pelo presidente da Rádio e TV Acrítica, Dissica Calderaro até ao vendedor de banana frita Ronaldo Santos Marques, todos fizeram questão de marcar presença.

 

A louca torcedora Rosiane Novo simplificou a sensação de estar no espaço nobre da cultura de Parintins. “Aqui eu sempre sinto isso. É emoção, história, poesia, amor. Esse é o meu boi”, declarou.

 

O presidente Telo Pinto ainda em tratamento de saúde afirmou que Alvorada do Boi Garantido tem a vantagem da tradição e está fixada no coração e na mente do torcedor. “Essa é a nossa vantagem. Nós não improvisamos. O Garantido dita o calendário de eventos bovinos em Parintins”, destacou.

 

O pajé André Nascimento e a cunhã poranga Tatiane Barros reiteraram o discurso de que só o Garantido consegue promover eventos com tanta força e participação popular. Afirmaram também estarem emocionados em participar da alvorada do centenário. “Participar da alvorada é algo muito especial. Agora estar na alvorada do centenário é uma sensação mais marcante ainda”, enfatizou a cunha poranga do Boi de Lindolfo.

 

A maratona vermelha foi encerrada na noite de ontem, no arraial de São José, primeiro ensaio oficial do mais querido.    

 

TEXTO MÁRCIO COSTA

FOTOS PAULO SICSU ‏