Notícias

Definidos números de segurança, saúde e trânsito que vão atender o Festival 2016




Foto: Secretário de Estado da Cultura, Dr. Robério Braga e o Prefeito de Parintins, Alexandre da Carbras

***Número reduzido para 200 PMs preocupa Prefeitura Municipal Partintins.

Já estão definidos os principais pontos de estrutura e logística de pessoal de segurança, saúde e trânsito que serão enviados pelo Governo do Estado para o Festival Folclórico de Parintins, que acontece nos dias 24, 25 e 26 de junho, no Bumbódromo de Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus). Os números foram anunciados durante reunião geral da organização e de operação do evento, realizada nesta quarta-feira, 15, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), em Manaus.
A Prefeitura de Parintins, representada pelo prefeito Alexandre da Carbrás, manifestou grande preocupação com o contingente disponibilizado, de 200 policiais militares, para atender a festa considerada um dos mais importantes eventos do folclore brasileiro. "Eu penso que a segurança tem um fator decisivo na realização do Festival Folclórico", que leva milhares de visitantes para a cidade, afirmou o prefeito, durante a reunião geral. O corte de PMs chega a 30% do número enviado em anos anteriores.
O secretário-executivo-adjunto de Planejamento e Gestão Integrada (SEAGI), coronel Dan Câmara, garantiu que será possível garantir segurança ao Festival de Parintins, mesmo com o efetivo sofrendo corte. Além dos policiais militares,  a SEAGI segue para Parintins com 35 servidores, a polícia civil terá 43 pessoas, além do envio de 60 bombeiros. "Vamos ajustar o planejamento para que a festa no Bumbódromo aconteça com as garantias de segurança necessárias", afirmou Dan Câmara.
O promotor de justiça André Seffair também mostrou preocupação ao comparar o contingente atual, com o enviado nos outros anos, que chegou até 650 PMs. "Se comparamos os números anteriores, eu não fico confortável, mas a decisão do coronel Dan Câmara, é técnica, de que haverá segurança. Esperamos que Parintins possa realizar o festival com a segurança necessária", afirmou Seffair.
Outras ações vão contribuir para minimizar os riscos durante o evento, como a abertura dos portões do Bumbódromo somente a partir das 15h, o cancelamento da Festa dos Visitantes e a não realização dos ensaios técnicos dos bumbás Caprichoso e Garantido.
As equipes de saúde e de trânsito (Detran) não sofreram alteração em relação aos anos anteriores e devem reforçar o atendimento durante o evento. Ao todo, o governo do Amazonas gastará R$ 1.534.026,38 com a logística da equipe e equipamento necessário para realização do evento, bem abaixo dos R$ 18 milhões que eram investidos nos anos anteriores.
Para o prefeito Alexandre da Carbrás, somente com união e o comprometimento de todos será possível realizar esta edição, mas lembrou que o município não tem condições de arcar com demais custos sozinho. "A mesma crise que se abate no Brasil, no Governo do Estado do Amazonas, que tem máquinas maiores, maior aporte de recursos, também abate a Prefeitura de Parintins e não poderemos assumir os diversos custos extras que surgem durante o festival", afirma Alexandre.

Fonte: Assessoria de Comunicação